Pages

Parceiros do Blog

Image and video hosting by TinyPic

segunda-feira, 14 de julho de 2014

Bebê seqüestrado em Belém é localizado em São Miguel do Guamá



Foto: Igor Mota





Uma criança de menos de dois meses de idade foi sequestrada ontem no Marco, em Belém. A mãe da bebê relata que foi sufocada por um homem ainda não identificado e obrigada a inalar uma substância, que a fez desmaiar. A criança, então, foi retirada de seus braços por uma mulher que ela conhecia há bastante tempo. Os dois acusados fugiram com a criança embaixo de chuva em uma bicicleta e ainda não tinham sido encontrados até o final da noite de ontem. 

Tamires Maia da Silva, de 27 anos, diz que sua filha foi sequestrada por Andrea Geane do Rosário, que era sua amiga há cerca de cinco anos. Ela relata que a acusada trabalhou com ela como serviços gerais de uma faculdade e há um ano ficou desempregada, mas as duas não deixaram de ter contato. Geane foi algumas vezes na casa de Tamires, localizada na passagem União, no Marco. Ela passou o dia lá no último sábado e foi embora por volta das 21 horas. Ontem, retornou novamente para passar o dia, mas desta vez fugiu por volta das 16 horas levando a pequena Ana Fernanda da Silva Almeida, que completará dois meses de vida no próximo dia 21.
A família da criança ficou desesperada e todos os parentes e amigos foram mobilizados. A polícia foi imediatamente acionada e iniciou diversas diligências para tentar localizar os acusados e a bebê. Aeroporto, terminal rodoviário e barreiras da polícia nas estradas foram informados sobre o sequestro, mas até as 21h30 ainda não se tinha notícias de Ana Fernanda. 

Tamires conta que a ação foi bastante rápida. Ela desceu para se despedir da sogra e Geane ficou no andar superior, onde a bebê estava dormindo dentro de uma rede. Poucos minutos depois que a sogra dela foi embora, um homem a atacou. “Eu só percebi quando ele tentou me enforcar e vi que o rosto dele estava coberto por um pano. Ele me fez cheirar alguma coisa muito forte que também caiu no meu olho e eu desmaiei no momento que ouvi o choro da minha filha”, disse Tamires, bastante emocionada. Acredita-se que o acusado tenha dado amônia para a vítima inalar. Os olhos delas chegaram a sangrar e ficaram muito inchados. Quando Tamires conseguiu despertar, percebeu que sua filha tinha sido sequestrada. O crime ocorreu por volta das 16 horas.

TEMPORAL

Testemunhas contaram que viram quando o casal passou em uma bicicleta, levando uma bebê, debaixo do temporal que desabou em Belém ontem à tarde. Um pequeno lençol foi colocado para cobrir a cabeça da criança, por isso ninguém na rua reconheceu a filha de Tamires. No momento em que ela começou a gritar por socorro, os vizinhos perceberam que a bebê levada pelo casal momentos antes era Ana Fernanda. Os acusados seguiram em direção à Terra Firme, e uma das primeiras pistas recebidas pela polícia é que Geane realmente morava naquele bairro. Algumas pessoas chegaram a procurar em outros endereços onde ela já teria morado anteriormente, mas a acusada não foi encontrada. 

A avó paterna da criança, Fernanda Martins da Silva, disse que viu a acusada na casa de Tamires. “Eu passo boa parte do dia aqui com ela, pra ajudar com a bebê. Quando eu cheguei hoje essa mulher também chegou e ficou o dia aqui, até tomou um café que eu fiz. Quando fui embora poucos minutos depois soube que tinha acontecido isso. Estamos todos desesperados e queremos encontrar nossa menina”, disse, desesperada. O delegado foi acionado e deu início às investigações. O caso está registrado na Seccional Urbana de São Brás.

Foi encontrada, na noite deste Domingo dia 13, o bebê que havia sido sequestrado de dentro de uma casa no Bairro do Marco, em Belém. A criança foi resgatada dentro de uma área de matagal, nas proximidades do município de São Miguel do Guamá,no nordeste paraense, segundo informação de Kelly Maia, tia da menina raptada.

Quem teria ajudado a concretizar o resgate foi o casal Antonio Carlos Oliveira Gomes e Joelma Brito Gomes, residentes na Rua João Coelho da Mota, 603, Bairro Saudade, em Castanhal, no nordeste paraense, eles que, de carro passava pelo matagal e ouviu o choro do bebê e a conversa de alguns adultos, dentro do mato as margens da rodovia BR 010. O casal se encaminhou até a delegacia de São Miguel e denunciou o fato à polícia. Segundo os relatos, duas mulheres e um homem estariam em uma moto perto do local onde foi encontrada a criança, mas fugiram com a chegada dos policiais.

O bebê não apresentava ferimentos e foi encaminhado para um hospital em São Miguel do Guamá. Com a ampla divulgação do caso nas mídias sociais, um policial do município encaminhou fotos da criança encontrada para um conhecido da família e esta realizou o reconhecimento. A mãe, Tamires Maia, e o pai da criança já se deslocaram, na manhã de hoje dia 14, até a cidade para buscar a menina.

O casal percebeu o choro de uma criança na beira da estrada e a presença de Três pessoas enfrente o Sitio Saudade, de sua propriedade, sendo duas mulheres uma gorda e uma magra, e um homem magrelo alto, que estavam em uma moto, eles apreenderam em fuga ao perceberem a chegada do casal.

A guarnição da Polícia Militar de São Miguel do Guamá, sob o comando do Soldado Andrade, após se comunicado foi até o local indicado pelo casal, local este que fica a cerca de cinco quilômetros da sede do município, e La encontraram no meio do mato uma criança do sexo feminino de aproximadamente 2 meses de idade,

A criança foi conduzida para o Hospital Municipal de São Miguel, e imediatamente o Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o caso e entregar a criança aos pais, o menor foi medicado pelo médico plantonista e passa bem. O Conselheiro Zedilso e a enfermeira do hospital ficaram com a guarda provisória da criança até a mesma ser entregue a referida mãe

Blog do Odecy Guilherme

Polícia Civil desarticula associação criminosa em São Miguel do Guamá



Os presos Marcos, Frank, Paulo, Antônio, Juliano e Alessandro
Foragidos e apreensões


A Polícia Civil deu continuidade à operação denominada “Integração” coordenada pela Superintendência da Polícia Civil de Castanhal, em São Miguel do Guamá, nordeste paraense. Cinco pessoas envolvidas em crimes foram presas por policiais civis e militares de São Miguel do Guamá, Irituia e Santa Maria do Pará, em cumprimento a mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão domiciliar. Os presos são acusados de crimes contra a vítima, patrimônio e contra a dignidade sexual. Os alvos maiores da operação foram os chefes de uma associação criminosa com base em São Miguel do Guamá, onde agiam, principalmente, nos bairros da Baixada, Patauateua e Umarizal.

Nessas áreas, eles são apontados como os responsáveis pela distribuição de drogas e prática de homicídio relacionada ao tráfico de drogas. Um dos presos é Marcos Nunes de Barros, conhecido por “Marquinho”, contra quem existem três mandados de prisão preventiva decretados por homicídio e roubo.

Ao ser preso, ele reagiu, efetuando disparos de arma de fogo contra policiais civis e militares. Os policiais reagiram e Marcos Barros acabou por ser baleado. Ele foi levado para um Pronto Socorro da Grande Belém, foi atendido e está fora de risco de morte.

A operação “Integração” resultou ainda nas prisões de Frank Luiz Pereira de Melo; Paulo Xavier de Oliveira Junior, conhecido por “Paulo Júnio”; Antonio Alessandro Guedes Ribeiro, conhecido por “Sandro da Petoca”; Juliano Trindade Travassos, conhecido como “Ravenga”, e Alessandro Lopes Paixão, de apelido “Nenem”.

Estão foragidos Maciel Nunes Barros, de apelido “Maciel”, e Arthur Cássio Barbosa Corrêa acusados de fazerem parte da mesma associação criminosa. Eles estão com mandados de prisão preventiva decretada pela Justiça de São Miguel do Guamá. Além das prisões dos presos, foram apreendidas com os presos, armas de fogo, drogas, dinheiro e outros materiais utilizados na confecção de drogas.

O delegado Ronaldo Lopes pede para que a sociedade do município continue a fazer denúncias através do fone 181 (Disque Denúncia) ou pelo telefone fixo da Unidade de Polícia Integrada de São Miguel do Guamá (91 3446-2880) para repassar informações a respeito dos foragidos “Maciel” e “Arttur”. A operação policial atende uma determinação da Superintendência da Castanhal através do Delegado Luís Xavier e da Diretoria de Polícia do Interior, sob comando do delegado João Bosco Rodrigues Júnior, para intensificar as operações policiais em todo o interior do Estado e diminuir a violência e criminalidade com a prisão dos chefes do tráfico de drogas.

Marcha Pra Jesus, mais uma vez, atraiu milhares de Fiéis em São Miguel do Guamá




 Marcha Pra Jesus, mais uma vez, atraiu milhares de Fiéis em São Miguel do Guamá


Com intuito de promover a mensagem da paz, prosperidade e o amor entre os membros da igreja evangélica, a ABESAM, pela quarta vez consecutiva trouxe para os guamaenses a Marcha Pra Jesus.
Este ano, a associação evangélica acima descrita, mais uma vez, através da Marcha Pra Jesus, em São Miguel do Guamá, conseguiu atrair milhares de fiéis pelas ruas da cidade, na tarde do último sábado.
O ponto de concentração entre os fiéis foi na praça Getúlio Batista. Logo em seguida, as igrejas envolvidas no projeto (Marcha Pra Jesus), caminharam pelas principais ruas e avenidas da cidade.
Além das participações especiais, para o louvou principal, o grande convidado da Marcha foi o cantor gospel DD Junior.


acessa guamá

Polícia Civil cumpre mandado de prisão de autor de latrocínio em São Miguel do Guamá







A Polícia Civil cumpriu um mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça de São Miguel do Guamá, nordeste paraense, contra Joel Portal Sodré, 23 anos, acusado da autoria de um latrocínio – roubo seguido de morte. O crime ocorreu em 14 de dezembro de 2013, na comunidade de São Camilo, a 50 km da sede do município.

A vítima foi João Soares dos Santos, 68 anos, que foi morta a bala, após ter reagido a um assalto. O acusado foi preso em Santa Luzia do Pará e apresentado na sede da Polícia Civil em São Miguel do Guamá.

Conforme o delegado Ronaldo Lopes, titular da Delegacia de São Miguel do Guamá, a apresentação do preso ocorreu depois que o escrivão de Santa Luzia do Pará, Paulo Ferreira dos Santos, pesquisou no sistema de informações criminais para verificar se o preso tinha antecedentes criminais, constatando o mandado de prisão decretado pela Justiça. Ainda, conforme o policial civil, Joel Sodré foi conduzido inicialmente para a Delegacia de Santa Luzia do Pará por policiais militares.

Depois, o foragido foi transferido para São Miguel do Guamá pelos investigadores Vasconcelos e Elias. As investigações mostram Joel Sodré foi o autor do disparo que atingiu o peito da vítima. Após o tiro, ele roubou um computador do tipo notebook e um aparelho celular da vítima. O crime contou ainda com outros três envolvidos: Josivaldo Carvalho, conhecido por “Guelê, 18 anos, preso no dia do crime; José Paz Portal, conhecido por “Zé”, que está foragido, e outro identificado pelo apelido de “Índio”, também foragido. 

O delegado Ronaldo Lopes solicita que a sociedade de São Miguel do Guamá continue a ligar ao Disque Denúncia, pelo fone 181, ou para o telefone fixo da unidade policial de São Miguel do Guamá, através do telefone fixo (91) 3446-2880 para repassar informações sobre o paradeiro dos demais foragidos.

 fonte:Policia Civíl

STJD julga hoje dois casos do Paysandu



STJD julga hoje dois casos do Paysandu (Foto: Mário Quadros/Diário do Pará)


O Paysandu trava hoje novos grandes duelos no tapetão, quando terá dois processos de seu interesse julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).
A primeira Comissão Disciplinar do órgão julga, às 16 horas, os incidentes ocorridos na partida do dia 31 de maio, contra o Fortaleza-CE, quando objetos e rojões foram atirados por algumas pessoas para dentro do gramado e na direção da torcida adversária. O caso foi registrado na súmula da partida pelo árbitro amazonense Edmar Campos da Anunciação. Já no segundo julgamento, às 17 horas, o título da recém-disputada Copa Verde poderá ser retirado do Brasília-DF e dado ao Papão.
No julgamento do ‘caso Fortaleza’ a tendência é que o time bicolor volte a ser apenado com a perda do mando de campo em, no mínimo, dois jogos, já que o clube é reincidente em situação como a que foi registrada na partida com o Tricolor cearense, pela Série C do Brasileiro. Este ano mesmo, o Papão, por culpa da irresponsabilidade de alguns supostos torcedores, teve os jogos contra o Águia, Asa-AL e Botafogo-PB, pela Terceirona, realizados de portões fechados e longe de Belém, em Castanhal.
Os bicolores reivindicam o título da Copa Verde alegando que o Brasília-DF, campeão do torneio em campo, com a vitória no jogo de volta nas cobranças dos pênaltis, utilizou quatro jogadores de forma irregular, no caso, o lateral-direito Fernando, o zagueiro Índio, o meia Gilmar e o atacante Igor. A denúncia feita pelo Papão foi acatada pelo procurador do STJD, Alessandro Kioshi Kishino, que ofereceu denúncia ao tribunal, após receber da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a confirmação da ilegalidade dos atletas do time candango.
O registro da prorrogação de contrato dos atletas do Brasília-DF, conforme foi detectado pelo departamento jurídico do Papão, tendo à frente o advogado Alberto Maia, ocorreu de maneira extemporânea, ou seja, fora do prazo fixado pelo Regulamento de Competições da CBF. Tanto o julgamento do “caso Fortaleza” quanto o do título da Copa Verde ocorrerão em primeira instância, cabendo, portanto, recurso ao Pleno do STJD, que representa o último grau de recurso. Caso venha a lograr êxito na denúncia contra o Brasília, o Papão terá assegurada participação na Copa Sul-Americana de 2015.
(Diário do Pará)

JOVEM É PRESO POR ESQUARTEJAR NAMORADA DE 14 ANOS APÓS DESCOBRIR TRAIÇÃO COM O PAI







Um crime chocou a população de Senhor do Bonfim na última sexta-feira (11). Uma adolescente de 14 anos foi morta, esquartejada e teve parte do seu corpo queimado. O principal suspeito é o namorado da vítima, que foi preso na manhã deste sábado (12). 

De acordo com informações da Delegacia Territorial de Bonfim, Rodrigo Alves da Silva, de 19 anos, admitiu ter assassinado Luzia Silva Souza por ciúmes e garantiu não estar arrependido do que fez.

Em entrevista, ele voltou a falar sobre o caso e explicou o que motivou o crime. "Ela me traiu na madrugada, com meu pai, eu vi e ainda questionei pra que ela revelasse, mas ela não queria revelar, pois tinha medo, sabe? Ela me falava que não tinha mais medo de apanhar, mas de me trair. Aí eu fiz isso. Fiz sozinho, sem ajuda de ninguém, só eu e meu Deus". O jovem disse que flagrou o seu pai transando com a namorada na madrugada de quinta-feira (10). 

Na manhã seguinte, ele afirmou ter levado a adolescente para um lugar isolado, questionou sobre o romance e ela se recusou a falar. Irritado, Rodrigo teria ameaçado a adolescente, que pediu para que os dois voltassem para casa. Impaciente, ele cortou pernas e braços da garota e ateou fogo. Rodrigo contou ainda que fugiu com a cabeça da jovem e enterrou em um local próximo. Friamente, ele revelou que após matar a menina de 14 anos decidiu voltar para casa e fazer uma oração, para depois se apresentar na delegacia. 

Ao entrar em contato com os policiais, ele confirmou ter sido o autor do crime e disse que não estava arrependido. "Ela merecia mesmo, porque era vagabunda. Eu morro dentro da cadeia, mas os gostos dela para aquele cara lá (pai), eu não dou mais não", disse. Ao receber denúncias, policiais militares chegaram a procurar Rodrigo na última sexta-feira (11), mas ele não foi encontrado.

A Polícia Civil recebeu informações de que o autor estava na casa do pai e foi ao local, onde prendeu o jovem. Rodrigo responderá por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. 

Por: Correio / foto: Maravilha Notícias

HOMEM INVADE CASA, QUEBRA OBJETOS E DE QUEBRA DEFECA NO CHÃO





A Polícia Militar, através de uma guarnição do Ronda Cidadão, comandada pelo cabo Eudes, tendo como patrulheiro o soldado Otaniel, prendeu Lair Leão da Silva, de aproximadamente 30 anos, por volta das 14h deste sábado na Rua Piauí, Bairro Piauí, em Parnaíba/PI, depois de invadir uma casa de propriedade privada e causar danos.

Segundo o cabo Eudes, a guarnição foi informada da invasão e se deslocou para a casa onde os moradores relataram que o homem entrou abruptamente na residência e invadiu um quarto onde defecou e começou a quebrar os objetos e sujou tecidos. 

Os policiais entraram na casa e detiveram o invasor, que estava visivelmente sob efeito de sustância entorpecente. Lair foi preso, conduzido para a Central de Flagrantes e recolhido a uma das celas. O proprietário da casa, identificado pelo nome de Francisco Martins, foi à delegacia onde relatou que acredita que o homem estava fugindo de alguém quando entrou na sua casa e lhe causou danos materiais.

Fonte: Proparnaiba

Felipão entrega cargo. CBF vai definir treinador.



Felipão entrega cargo. CBF vai definir treinador. (Foto: VIPCOMM)


O técnico Luiz Felipe Scolari não é mais técnico da seleção brasileira de futebol. De acordo com informação divulgada pela Rede Globo, o treinador deixou o comando do Brasil na noite de ontem. Carlos Alberto Parreira também não faz mais parte da comissão técnica da equipe. 
Segundo a emissora, o auxiliar técnico Flávio Murtosa, o preparador de goleiros Carlos Pracidelli e o preparador físico Anselmo Sbragia também entregaram os cargos. A decisão seria anunciada hoje por Luiz Felipe Scolari e pelo presidente da CBF José Maria Marin.
Felipão assumiu o Brasil ano passado, pouco antes da Copa das Confederações, torneio que conquistou em cima da Espanha, em vitória por 3 a 0 no Maracanã. De lá pra cá, foram 29 jogos, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas.
A goleada de 7x1 diante da Alemanha nas semifinais da Copa e a derrota por 3 a 0 para a Holanda, na disputa pelo 3º lugar, foram decisivas para a queda de Felipão.
(DOL)

Bebê de 2 meses é sequestrada em Belém



Uma bebê de cerca de dois meses foi sequestrada no final da tarde deste domingo (13) no bairro do Marco, em Belém, de acordo com informações do Centro de Integrado de Operações (Ciop). Segundo a mãe da criança, a bebê foi retirada de seus braços por uma mulher que fugiu do local em uma bicicleta com mais um homem.
Uma viatura da Polícia Militar realiza buscas na área. A mãe da bebê foi levada para a Delegacia de São Brás, que investiga o caso.

Região registra onze mortes violentas por acidente de trânsito e homicídio








Os municípios de Parauapebas, Canaã dos Carajás, Marabá e São Domingos do Araguaia registraram no final de semana onze mortes violentas provocadas por homicídios e acidentes de trânsito.

Em Parauapebas, foram vítimas de assassinato Erisnaldo da Conceição Sales e Raimundo Nonato Bezerra Fonteli; em Canaã, Rodrigo Conceição Oliveira, por acidente; em Marabá, Manoel Marinho de Souza Filho, Maicon Jansen da Silva, Vanderlei de Jesus Oliveira e Cleilson de Alencar Pereira (por assassinato) e Rogério Sampaio Castro e Mateus Duarte Aguiar (acidente); e em São Domingos, por acidente de trânsito, o soldado PM Felipe Vidal da Costa e a sobrinha Elizete Bastos Vidal.

São Domingos
Conforme apurou a reportagem junto à polícia, o acidente de trânsito que vitimou tio e sobrinha, deixando-os carbonizados, aconteceu no final da tarde da última quinta-feira (3) na BR 230 (Rodovia Transamazônica), a 8 quilômetros do centro de São Domingos do Araguaia, envolvendo cinco veículos.

Felipe Vidal, 21 anos, policial militar, e a tia dele, Elizete Vidal, 48, viajavam com outros familiares num Celta com destino a Jacundá, quando sofreram o trágico acidente, provocado por falta de visibilidade em razão de queimada à beira da pista.

O Celta pegou fogo pelas chamas do incêndio. Por causa da densa fumaça, outros carros se envolveram no acidente. Demais integrantes da família escaparam com vida, com pequenas escoriações pelo corpo.

Canaã dos Carajás
O acidente que vitimou Rodrigo da Conceição, 19 anos, ocorreu na noite de domingo (6) na Rodovia PA 160. A vítima viajava numa motocicleta em direção a Canaã e foi atingida na traseira por outro veículo até então não identificado e arremessado para a pista de rolamento.

“O motorista do veículo derrubou a vítima da moto, passou o carro sobre o corpo do rapaz e foi embora sem prestar socorro à vítima”, explica Sebastião Odair da Rocha, cunhado de Rodrigo da Conceição.

Parauapebas
Na morte de Erisnaldo da Conceição, 25 anos, consta como principal suspeito do assassinato o próprio irmão, Erismar da Conceição Sales, 23 anos, que já se encontra preso desde a madrugada de domingo (6) à disposição da Justiça. Erisnaldo sofreu várias facadas (duas no peito e uma na região lombar) no quintal da casa localizada no Bairro Tropical II.

Já Raimundo Nonato Fonteli, de 20 anos, segundo a polícia, foi executado pela dupla Blendson dos Santos Oliveira e Rafael Ferreira de Souza, que já se encontra presa desde a noite de segunda-feira (7). O corpo da vítima foi encontrado no Bairro Nova Vida II, na noite de domingo, com as mãos amarradas para trás, com vários ferimentos pelo corpo provocados por seis disparos de arma de fogo e várias pauladas na cabeça.

Marabá
O menino Mateus Aguiar, de apenas 2 anos de idade, morreu na manhã desta segunda-feira (7), após o carro do pai dele, um Corsa, ter colidido contra um Palio na BR 222, em frente ao Bairro Francolândia. Segundo relato de agentes da Polícia Rodoviária Federal, o genitor da criança, Vicente Ribeiro de Aguiar, rodou o veículo na contramão, após cochilar ao volante, e acabou sendo atingido pelo Palio, cujo motorista não foi identificado.

Vanderlei de Jesus, conhecido por “Pelado”, 26 anos, que há sete meses havia deixado a penitenciária Mariano Antunes, em Marabá, onde cumpria pena pelo crime de tráfico de drogas, foi executado a tiros no último domingo (6) no Bairro Morada Nova. A polícia acredita que o homicídio possa ter ocorrido por acerto de contas.

Por sua vez, Maicon Jansen, 20 anos, foi vítima de disparos de arma de fogo na noite de sábado (5), na Folha 6, Bairro Nova Marabá. Já Manoel Marinho Filho, de 43 anos, perdeu a vida, a tiros, no Bairro Laranjeiras; Cleilson de Alencar, 27 anos, foi vítima de pancadas na cabeça; enquanto Rogério Castro, 25 anos de idade, morreu no hospital municipal, vítima de acidente de trânsito.

(Vela Preta/Waldyr Silva)