EM TERRA ALTA, ADOLESCENTE É EXECUTADO A TIROS



No município de Terra Alta, nordeste paraense, um adolescente com 17 anos de idade foi executado a tiros de revólver. O crime aconteceu no final da noite de sexta-feira última (1), no Bairro Novo. A autoria e motivação do crime ainda são desconhecidas.

Os sargentos Maia e Amaral, mais o cabo Jônatas estavam de serviço no destacamento de Terra Alta quando, por volta das 22h30min, foram informados sobre um homicídio que teria acontecido no bairro Novo, mais precisamente na Alameda Projetada 4. Os policiais militares foram até o local informado e constataram que a informação era verdadeira: encontraram um corpo caído no chão e vários curiosos ao redor. Durante trabalho de remoção e perícia de local de crime, peritos do Instituto Médico Legal (IML) detectaram, no corpo, perfurações provocadas por tiros. Depois a vítima foi identificada como Raí Saldanha dos Santos, de 17 anos.

Na Delegacia de Polícia Civil de Terra Alta, o padrasto da vítima, que não quis se identificar, disse que Raí foi assassinado bem próximo de sua residência e que o crime teria sido praticado por dois homens, os quais ele não conseguiu ver os rostos. “Eles (assassinos) fugiram em uma motocicleta de cor vermelha”, disse. Augusto da Cunha disse ainda não saber por qual motivo tiraram a vida de seu enteado.

O caso foi registrado no Plantão do delegado Gabriel Oliveira. Um inquérito policial ficou de ser instaurado, para que o homicídio do adolescente seja investigado. Até o fechamento desta edição nenhum suspeito de envolvimento no crime havia sido preso.

Reportagem: Tiago Silva