sexta-feira, 23 de junho de 2017

Envolvido no atentado contra titular da Susipe se entrega à polícia






A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 22, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, em Belém, Carlos Vitor Rocha Milhomem, 23 anos, por crime de tentativa de latrocínio - roubo seguido de morte - do coronel da PM Rosinaldo Conceição, superintendente do Sistema Penitenciário do Pará. O acusado se entregou, durante a tarde, ao delegado Aldo Botelho, na Seccional Urbana da Cremação. O preso teve mandado de prisão decretado hoje pela Justiça. O outro envolvido no crime é Carlos Messias dos Santos Vasconcelos, de apelido Memê, que está foragido.

O mandado de prisão decretado pela Justiça resultou das investigações realizadas pelas equipes de policiais civis que trabalham na apuração do crime desde a noite da última terça-feira, 20, quando o policial militar foi abordado por dois homens, no momento em que estacionava o carro em frente a uma academia de boxe, na Rua dos Mundurucus próximo à Avenida Roberto Camelier, no bairro do Jurunas. Durante a tentativa de assalto, os criminosos dispararam contra a vítima que foi atingida na coxa. Em seguida, os dois fugiram a pé pela Roberto Camelier.

Durante a fuga, eles cometeram dois assaltos. Um deles ocorreu na esquina da Rua dos Pariquis com Rua Honório José dos Santos, no Jurunas, onde abordaram uma pessoa e roubaram uma bicicleta. Mais adiante, na Rua dos Caripunas, eles roubaram uma moto e arma do dono do veículo, que é policial militar. Segundo o delegado Aldo Botelho, após tomarem conhecimento de que a vítima da tentativa de assalto era um coronel da PM, os assaltantes abandonaram a moto roubada.

Ainda, de acordo com o delegado, a bicicleta roubada foi recuperada pelo dono logo após o roubo e por isso a vítima não registrou boletim de ocorrência. Assim, ressalta o policial civil, Carlos Vitor e Carlos Messias irão responder pela tentativa de latrocínio e pelo roubo da moto, cujo boletim de ocorrência foi registrado. Carlos Messias é foragido da Justiça e está sendo procurado. Em depoimento, o preso Carlos Vitor preferiu manter-se em silêncio e disse que apenas vai se pronunciar na Justiça.

Blogdomanoelsilva.blogspot.com.br com informações da Policia Civil
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Hora Certa

Total de visualizações

Online

Arquivo do Blog

As mais lidas

Tradutor