Quase 65% dos detentos tem idade entre 18 e 29 anos no Pará





De acordo com dados do Sistema de Informações Penitenciárias do Pará (Infopen Pará), mais de 63% da população carcerária paraense tem entre 18 e 29 anos. Para reduzir a reincidência criminal nesta faixa etária, o governo do Estado está investindo mais de R$ 16 milhões na construção da primeira Cadeia Pública de Jovens e Adultos do Pará, que já está com 42% do cronograma cumprido. A obra é executada em parceria com o Departamento Nacional Penitenciário (Depen) e, quando concluída, se converterá na maior unidade prisional do estado.

A cadeia, que está sendo construída dentro do Complexo Penitenciário de Santa Izabel terá 5.753,10 m² de área física e está prevista para ser entregue em dezembro deste ano. A estrutura física do novo centro de detenção é composta de três blocos carcerários com 26 celas em cada um, sendo uma destinada a pessoas com deficiência (PCD), além de duas salas de aula, biblioteca, laboratório de informática, brinquedoteca, espaço multiuso, barbearia, salão de beleza, celas de visita íntima e de vivência individual, prédio administrativo, entre outros ambientes. A capacidade do novo complexo prisional é para 603 internos, com idades entre 18 e 29 anos.

“O objetivo é iniciar um modelo de unidade prisional que procure separar os presos que já tiveram várias passagens pelo sistema dos mais jovens, para que não sejam facilmente persuadidos a permanecer no mundo do crime. Dessa forma buscaremos agir preventivamente para reduzir os índices de reincidência criminal, principalmente entre essa população mais jovem”, explicou o diretor de Administração Penitenciária da Susipe, Coronel Willams Chagas.

(ORM)