Criminosos explodem bomba em presídio e libertam 27 detentos em Marituba


Criminosos explodem bomba em presídio e libertam 27 detentos em Marituba (Foto: Via Whatsapp)


Criminosos explodiram uma bomba e abriram um grande buraco no muro do Presídio Estadual Metropolitano I (PEM I), em Marituba, para resgatar presos custodiados no local. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) confirmou que 27 detentos fugiram do local.  
A ação criminosa ocorreu por volta das 3h deste domingo (30). Os detentos fizeram um buraco na cela, para ter acesso ao solário do presídio. Do lado de fora da unidade, três pessoas davam apoio aos detentos e utilizaram materiais explosivos para abrir um buraco na base da muralha do polo penitenciário de Marituba, que fica às proximidades do Bloco E do Presídio Estadual Metropolitano I, onde ocorreu a fuga.
Segundo a Susipe, houve troca de tiros entre os criminosos e os policiais militares do Batalhão Penitenciário, que estavam na guarita do presídio, mas ninguém ficou ferido.
Na manhã deste domingo, foi feita uma varredura e recontagem de detentos com o apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar. Em razão da recontagem as visitas foram suspensas no PEM I neste domingo.
"Quem tiver qualquer informação sobre os fugitivos pode fazer uma denúncia anônima pelo 181, ou pelo WhatsApp da Susipe no: (91) 98814-1218. O sigilo é garantido", concluiu a Susipe, por meio de nota.
Relatos
Uma mulher que mora próximo ao local informou que, no momento a explosão, o susto foi tão grande que o seu marido pegou os filhos, e todos foram para fora de casa pensando que o imóvel estava desabando. 
Na internet, há relatos de moradores que também ouviram o estrondo.
Familiares dos detentos foram impedidos de realizar visitas neste domingo (Foto: Cássia Medeiros)
A Susipe informou que vai abrir sindicância para apurar a fuga.
(DOL)