ESTUDOS APONTAM QUE CONSUMO DE TRÊS XÍCARAS DE CAFÉ POR DIA AUMENTA A LONGEVIDADE





A longevidade pode ser ampliada com o hábito de consumir café, apontaram dois amplos estudos internacionais. Um deles apontou até mesmo que a presença ou não de cafeína é indiferente para os benefícios. 

Dirigido pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (Iarc), da Organização Mundial da Saúde (OMS), e o Imperial College de Londres, o primeiro estudo pontuou que uma média de três xícaras de café por dia leva a mais anos de vida, comparado a pessoas que não consomem a bebida. "Descobrimos que um maior consumo de café estava associado com um menor risco de morte por qualquer causa e especificamente por doenças circulatórias e digestivas", afirmou o principal autor do estudo, Marc Gunter, da Iarc. 

Segundo o jornal O Globo, foram examinados mais de 500 mil pessoas em 10 países europeus. Já o segundo estudo incluiu mais de 180 mil participantes de diversas origens étnicas nos Estados Unidos. Foi identificado que a maior longevidade não está associada à presença de cafeína. Pessoas que consomem café apresentaram menor risco de morrer por doenças cardíacas, câncer, derrame cerebral, diabetes e doenças respiratórias e renais. 

Aqueles que bebiam uma xícara por dia tinham 12% menos chances de morrer em comparação aos que não bebiam café. Já os que bebiam de duas a três xícaras por dia tinham seu risco de morte reduzido em 18%. Ainda assim, os pesquisadores ressaltaram que não há provas de que a razão para a vida mais longa seja o café. 

Por: Voz da Bahia