Justiça determina internação de cinco jovens acusados de estupro coletivo em escola





A 1ª Vara Criminal de Bom Jesus de Itabapoana, no Noroeste Fluminense, decretou, nesta segunda-feira, a internação provisória de cinco menores acusados de participar de um estupro coletivo numa escola pública local. Segundo as investigações, uma adolescente de 13 anos foi abusada sexualmente por 14 jovens na quadra do Colégio Estadual Padre Mello.

Um jovem apontado pela vítima como o próprio namorado também participou do crime e foi apreendido nesta segunda.

A decisão da Justiça de internar os menores envolvidos será encaminhada ao Ministério Público do Rio que analisará se cabe recurso. O processo corre em segredo de justiça. Ainda nesta semana, segundo o Tribunal de Justiça, começará a fase de instrução probatória, que consiste na demonstração da verdade dos fatos afirmados pelas partes.

Se comprovada a participação dos adolescentes, a pena pode chegar a três anos em casa de acolhimento para menores. A adolescente vai passar por tratamento médico e psicológico e é acompanhada pelo Conselho Tutelar.

(Extra)