Polícia Civil prende acusados de aplicar golpes com documentos fraudados em Belém


Preso casal que falsificava documentos para aplicar golpes e fazer empréstimos  (Foto: Divulgação/PC)



A Polícia Civil desarticulou um esquema criminoso para fraudar carteiras de identidade de idosos com objetivo de conseguir empréstimos em dinheiro e fazer compras na área comercial de Belém de forma ilegal. A prática considerada crime de estelionato foi flagrada por policiais civis da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), ontem, durante investigação que resultou nas prisões de Jorge Marques e Nívea do Socorro dos Santos.

Com os dois, a equipe policial comandada pelo delegado Neyvaldo Silva apreendeu documentos de identidade e carteiras de Passe Fácil Sênior, para gratuidade no transporte coletivo, fraudados, além de telefones celulares. As informações sobre as prisões foram apresentadas, nesta quinta-feira, 27, pelo delegado, na sede da DIOE, no bairro da Cidade Velha, na capital paraense.

Conforme o delegado, os acusados conseguiam obter os documentos com pessoas idosas e fraudavam os documentos, trocando as fotos. Assim, passavam a usar documentos com as próprias fotos, porém com os dados de outras pessoas. Em seguida, eles procuravam estabelecimentos que fazem empréstimos em dinheiro do tipo consignado.

Além disso, os dois são acusados de aplicar golpes no comércio utilizando os documentos fraudados. Dessa forma, detalha o delegado, os dois foram autuados no crime de estelionato e irão ficar recolhidos à disposição da Justiça.