Retrato-falado de envolvido na morte do prefeito de Tucuruí é divulgado





Um retrato-falado divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Pará (Segup/PA), na manhã desta quinta-feira (27), aponta as principais características de um dos envolvidos no assassinato do prefeito de Tucuruí, ocorrido no último dia 25. A reprodução simulada de face foi feita pela Diretoria de Identificação da Polícia Civil com base em depoimentos de testemunhas oculares, com o intuito de identificar, o quanto antes, os criminosos. Ambos continuam foragidos.

Qualquer informação sobre o suspeito pode ser repassada anonimamente e de forma gratuita ao Disque Denúncia, pelo número 181. As investigações sobre o homicídio continuam sob coordenação da Divisão de Homicídios da Polícia Civil.

HOMICÍDIO

Jones William da Silva Galvão, de 42 anos, morreu durante vistoria de uma operação tapa buraco após ser atingido por oito tiros de pistola ponto 40. Dois oito disparos, cinco atingiram a cabeça do gestor.

De acordo com informações de populares e investigação da polícia, os dois executores estavam em uma motocicleta Honda Broz. Eles atiraram a curta distância.

Além de Jones, um outro funcionário da prefeitura também foi atingido de raspão. Ambos foram socorridos e encaminhados para o Hospital Regional de Tucuruí, mas o prefeito não resistiu aos ferimentos.

Na tarde de ontem, 26, dia do sepultamento do corpo de Jones, um suspeito de envolvimento foi preso em Pacajá, interior do Pará. Ele teria confessado o crime durante uma briga em um bar na região, mas, por não ter sido em caráter oficial e ausência de provas, ele foi liberado pela Polícia Civil após prestar depoimento.

(ORM)