Suspeito de série de assaltos é encontrado morto em invasão em Santo Antônio do Tauá





A polícia civil do município de Santo Antônio do Tauá, às margens da rodovia PA-140, abriu inquérito para apurar o crime de homicídio de que foi vítima um rapaz, na invasão 7 de Setembro, no km-17, da cidade rodovia.

Segundo as informações prestadas no Boletim de Ocorrência, o sargento Paulo Roberto Vidal, do Destacamento da Polícia Militar em Santo Antônio do Tauá, estava de serviço com os soldados Ricardo Cesar e Paulo Geovane, quando, por volta das 8h deste sábado, recebeu a informação sobre o crime.

O policial disse que o oficial interativo comunicou que na invasão 07 de Setembro, em um terreno baldio, havia um homem morto. A guarnição se deslocou até o endereço, para verificar a denúncia e constatou o fato.

“Verificamos que a vítima não estava identificada e que possivelmente teria sido morta por disparos de arma de fogo”, informou o policial, que logo depois de isolar o local do crime se dirigiu para a delegacia de Santo Antônio do Tauá para registrar a ocorrência.

Os policiais civis de plantão acionaram o Instituto de Criminalística para a perícia de local de crime e remoção cadavérica. Informações preliminares chegadas até a polícia dão conta de que a vítima seria moradora de Santa Izabel do Pará, sendo conhecida apenas pelo nome de Rafael.

Rafael seria morador do bairro Sagrada Família e era conhecido de policiais militares do 12º Batalhão de Santa Izabel do Pará pela pratica de crime de assaltos.

Um morador da área disse que a vítima em companhia de outro homem foi vista durante o início da noite de sexta-feira (04) praticando assaltos ao longo da rodovia PA-140, utilizando uma motocicleta.

Uma testemunha que com medo pediu para não ser identificada afirmou ter ouvido disparos de arma de fogo na invasão 7 de setembro durante a noite e ao amanhecer o corpo do homem foi encontrado em uma área de mata.

O segundo homem que estaria na companhia da vítima fatal também teria sido baleado e por meios próprios conseguiu apoio para ser socorrido para um hospital que não chegou ao conhecimento da polícia.

Fonte:  (JR Avelar)