Vinte pessoas morreram nas rodovias federais do Pará no mês de julho





A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou nesta segunda-feira (31), último dia do mês de julho, o balanço final da Operação Férias Escolares, que fiscalizou as estradas federais de todo o estado do Pará. Realizada entre os dias 30 de junho e 30 de julho, os números da operação de veraneio apresentaram redução dos acidentes, entretanto, houve um amento significativo no número de vítimas fatais.

Segundo o levantamento, durante todo o mês de julho, foram registrados 151 acidentes de trânsito nas rodovias federais que cortam o estado do Pará, os quais resultaram em 127 pessoas feridas e 20 vítimas fatais. Em comparação com o mesmo período de 2016, houve uma redução de 12,21% no número de acidentes e uma redução de 29,05% no número de feridos, contudo, houve aumento de 17,65 % no número de mortos.

A área urbana da Região Metropolitana Belém continua apresentando o maior número de colisões e atropelamentos. Dos 151 acidentes registrados em todas as estradas federais do Pará, 83 (54,97%) ocorreram na rodovia BR-316, sendo que 55 (63,27%) ocorreram nos primeiros 20 quilômetros da rodovia, entre o Entroncamento, em Belém, e o centro do município de Benevides. As principais causas de acidentes foram: falta de atenção do condutor (83), falta de atenção do pedestre (11), não guardar distância de segurança do veículo à frente (13), ingestão de bebida alcoólica (11), ultrapassagens indevidas (6), desobediência à sinalização (6), velocidade incompatível com a via (3), dormir na direção do veículo (4), defeito mecânico no veículo (3), avaria no pneu (5), defeito na via (1), animal na pista (4), mal súbito (3), obstáculo estático sobre a via (1), pista escorregadia (1), carga mal acondicionada (1) e deficiência ou não acionamento do sistema de iluminação/sinalização do veículo (1).

Das 20 mortes registradas, 04 ocorreram na BR-316, entre o Km-0 e o Km-20, e uma morte foi registrada no Km-260. Os demais acidentes fatais ocorreram nas BRs 010 (3 mortes), 155 (4), 153 (1), 163 (2), 222 (4), 230 (1). A Polícia Rodoviária Federal destaca que não houve predominância dos acidentes fatais numa rodovia específica.

A Operação Férias Escolares fiscalizou 19.508 veículos, sendo flagradas e autuadas 6.067 infrações de trânsito. Um total de 159 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) foram recolhidas, e 151 veículos foram retidos para regularização de licenciamento e equipamentos obrigatórios. As infrações de trânsito mais recorrentes foram: transitar em velocidade superior à máxima permitida (2401), ultrapassar em local proibido (446), conduzir motocicleta e/ou transportar passageiro sem capacete de segurança (199) e condutor e/ou passageiro sem o cinto de segurança (241).

Mesmo com várias campanhas do Governo nas praias e balneários, alguns condutores insistiram em transitar com seus veículos após consumirem bebida alcoólica, o que gerou a notificação de 128 motoristas alcoolizados, dos quais 24 foram detidos pelo crime de embriaguez ao volante. Durante a operação foram realizados 6.455 testes de alcoolemia. As ações de combate a criminalidade resultaram nas apreensões de 100,6 Kg de maconha, 46g de anfetaminas/barbitúricos, 2.504,78 m³ de madeira, 07 armas e 83 munições.

Por: Portal ORM com informações da PRF