Pai e filho são mortos a terçadadas no Pará


Pai e filho são mortos a terçadadas no Pará (Foto: Divulgação)


A noite de sábado (23) foi de muito sangue na pacata cidade de Gurupá, Ilha do Marajó, depois que três homens invadiram a casa de um cidadão vendedor de pipocas, identificado como Benedito Ferreira Baleiro e, praticaram uma verdadeira barbárie no local. “Seu Bena Pipoqueiro”, como era conhecida a vítima, era um homem simples e trabalhador e acabou morto a golpes de terçado e machado. Na casa havia cinco pessoas que, sem nenhuma piedade, foram atacadas pelos criminosos.

A segunda vítima fatal do ataque criminoso foi o filho de Benedito Baleiro, identificado como Jadson Baleiro, além de uma irmã que ficou gravemente ferida e outras duas pessoas esfaqueadas, que se encontram internadas, uma em estado grave.

Após o ataque impiedoso, os criminosos fugiram como se nada tivesse acontecido. Após a chegada de alguns curiosos e demais familiares, policiais militares foram acionados.

A revolta tomou conta dos moradores da cidade, que exigiram a prisão dos assassinos. “A polícia ao invés de prender os acusados se preocupou em proteger a casa dos mesmos da fúria da população. Estão todos transtornados com tamanha brutalidade”, escreveu, nas redes sociais, um morador.

As vítimas foram ainda levadas às pressas para o hospital do município, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Outro filho de Benedito Baleiro também foi ferido por golpes de terçado, mas não corre risco de morte. Uma filha está grave e deve ser transferida para o Hospital Regional de Breves. De acordo com a Polícia, dois suspeitos já foram identificados e estão presos na carceragem da Delegacia de Polícia Civil do município.

(JR Avelar/Diário do Pará)
Tecnologia do Blogger.