Polícia Civil flagra extração ilegal de madeira no distrito de Quatro Bocas em Tomé-Açu



Policiais localizam acampamento na mata
Motosserra apreendida


Policiais civis apreenderam, nesta segunda-feira (18), durante operação realizada no distrito de Quatro Bocas, em Tomé-Açu, nordeste paraense, um caminhão carregado com madeira extraída de forma ilegal de áreas de floresta de propriedade da empresa Bio-Palma.

Três pessoas foram detidas e autuadas por crimes ambientais. 

Com eles, foi apreendido o veículo e uma motosserra usada na extração. 

A operação foi realizada por policiais civis da Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Quatro Bocas com apoio operacional da Delegacia de Tomé-Açu. 

Segundo o delegado Rodrigo Ferro, titular da UIPP de Quatro Bocas, a equipe de policiais civis foi acionada por funcionários da própria empresa que denunciaram a extração ilegal de madeira nas dependências da área.

Com a informação, a equipe policial composta pelos delegados Rodrigo Ferro e Vinnicius Lobo, e pelo investigador Adérito Silva, iniciou diligências na região. 

No local, os policiais civis abordaram um caminhão carregado com madeira e encontraram a motosserra que era conduzida no veículo. 

No decorrer da operação, os policiais civis também localizaram um acampamento com vários mantimentos que era utilizado na extração de madeira sem autorização legal na região.

Diante da confirmação do crime ambiental, foram conduzidos para a UIPP de Quatro Bocas e autuados pela extração e transporte ilegal de madeira, José Emílton Bezerra de Lira, Edsérgio Neves Martins e Yoshiraro Cardoso Endo.
Tecnologia do Blogger.