Radialista Jairo Souza, assassinado em Bragança sofria ameaças, diz esposa à Polícia


Radialista Jairo Sousa foi assassinado na madrugada desta quinta-feira (21) em Bragança, no Pará. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil )


O corpo do radialista Jairo Souza foi enterrado na tarde desta sexta-feira (22) em um cemitério na zona rural de Bragança, nordeste do Pará. Ele foi assassinado a tiros na madrugada de quinta (21) por dois homens que estavam em uma moto no momento em que chegava para trabalhar.

De acordo com a Polícia, a esposa da vítima já foi ouvida e contou que o radialista vinha sendo ameaçado. Ela, no entanto, não soube dizer quem seria o autor das ameaças.

Em Bragança, dezenas de pessoas compareceram ao velório do radialista
Imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas nas investigações do crime. Uma perícia detalhada foi feita no local do crime ainda na quinta-feira (21). Até então, ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu por volta de 5h na entrada do residencial Nunes Bastos, onde está sediada a rádio Pérola FM, no bairro do Centro. Informações preliminares são de que a vítima foi baleada pelas costas após chegar ao local. A Polícia iniciou buscas para identificar os assassinos.

Dois homens em uma moto seriam os autores do crime, segundo testemunhas. Um deles teria descido do veículo e efetuado os disparos. A vítima ainda foi socorrida e levada até o Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria, no bairro Padre Luiz, mas morreu logo após dar entrada.

Qualquer informação que ajude a localizar os autores do crime deve ser repassada ao telefone 181, o Disque Denúncia.

Por G1 PA
Tecnologia do Blogger.