STF absolve por unanimidade deputado Wladmir Costa do crime de peculato





Por unanimidade, a segunda turma do Supremo Tribunal Federal - STF, decidiu nesta terça-feira [12] absolver o deputado federal Wladimir Costa [Solidariedade-PA] do crime de peculato. 

Seguindo voto do relator, ministro Edson Fachin, o colegiado entendeu que não foram colhidas provas suficientes durante a ação penal que comprovem que o deputado e seu irmão, Wlaudecir da Costa, teriam desviado recursos da Câmara dos Deputados, no valor de 210.000 reais, por meio da contratação de funcionários-fantasmas.

Em seu voto, Fachin afirmou que os supostos funcionários-fantasmas desmentiram em seus depoimentos na justiça que repassavam dinheiro do salário para o político e um laudo pericial não atestou que o parlamentar tenha feito movimentação financeira irregular.
Tecnologia do Blogger.